Governo dos EUA planeja leiloar 50 mil bitcoins apreendidos de mercado negro

thumb-34304-leilao-resized
O governo norte-americano disse nesta quarta-feira (18) que planeja leiloar 50 mil bitcoins em 5 de março, após a recente condenação criminal de Ross Ulbricht por ter sido o mentor por trás do mercado negro online conhecido como Silk Road.

O leilão é o terceiro para bitcoins apreendidos em conexão com o Silk Road (Rota da Seda), acusado pelos promotores de permitir que clientes comprassem e vendessem drogas e outros produtos ilegais.

Um júri federal em Manhattan considerou Ulbricht culpado em 4 de fevereiro por tráfico de entorpecentes e outras acusações que envolvem ajudar a movimentar cerca de 200 milhões de dólares em vendas de drogas por meio de bitcoins.

Os promotores disseram que Ulbricht, 30 anos, comandava a Silk Road sob o pseudônimo de “Dread Pirate Roberts” antes do site ter sido fechado em outubro de 2013.

Ulbricht admitiu ter criado o Silk Road, mas disse não ser responsável pela atividade ilegal realizada no site.

As autoridades disseram que os 50 mil bitcoins estão sendo oferecidos em dez blocos de 2 mil, e dez blocos de 3 mil.

Os interessados devem se registrar para o leilão de seis horas até 2 de março, e os vencedores serão notificados em 6 de março. Os detalhes estão disponíveis em (http://www.usmarshals.gov/assets/2015/dpr-february-auction).

Bitcoins são uma moeda virtual online que perdeu cerca de 80% de seu valor desde seu pico de 1 147,25 dólares em 4 de dezembro de 2013, de acordo com o site de notícias da moeda digital CoinDesk.

A volatilidade resulta, em parte, da falta de supervisão central e do pequeno volume de negócios.

Na tarde desta quarta-feira, o valor de um bitcoin caiu 9,83 dólares, ou 4%, para 234,87 dólares, o que daria ao leilão um valor de cerca de 12 milhões de dólares.

Os leilões anteriores envolveram 29 655 bitcoins em junho e outras 50 mil mais em dezembro.