Skin Buttons transforma pele humana em touch screen

thumb-67200-skin-buttons-resized
Em uma tela de pequenas dimensões, como a dos smartwatches, ao digitarmos, tocarmos e darmos zoom em sua tela pequena obstruiremos boa parte do que se deseja ver, e é por isso que o Skin Buttons oferece uma interessante proposta de transformar a pele humana em touch screen.

Em vez de tocarmos a pequena tela de um relógio inteligente, o Skin Buttons utiliza pequenos pontos ou símbolos de luz projetados na pele, que permitem selecionarmos como se fossem botões físicos do gadget. Sendo assim, é permitida a expansão da interface para o braço, possibilitando a criação de dispositivos compactos e que sejam mais viáveis de se utilizar com uma tela de toques convencional.

Para construir o “Skin Buttons”, a equipe de desenvolvimento incorporou a um relógio quatro laser díodos. Estes lasers são protegidos por uma peça estática de filme que projeta ícones fixos sobre a pele. Usando sensores de proximidade infravermelhos, o relógio é capaz de dizer quando o usuário toca um ícone; essa informação é comunicada ao relógio e o dispositivo reage como se tivesse sido tocado diretamente na tela.

Gierard Laput, estudante de doutorado da Carnegie Mellon University no Future Interfaces Group, disse que a solução para se fazer um relógio maior sem aumentar o tamanho de sua tela é tornar o braço uma extensão do relógio. Laput e seu time desenvolveram utilizações simples para os botões, que você poderá acompanhar no vídeo abaixo.

Por exemplo, você poderá abrir um e-mail ou escolher uma música tocando um ícone em seu pulso. Você poderá navegar através dos aplicativos, usando os botões de pele como setas para rolar para cima e para baixo. Outro uso exibe os botões como uma extensão de pequenas etiquetas na tela, que Laput disse que irá aliviar restrições de espaço, deixando mais espaço para a aplicação real.

Tudo isso fica ainda mais interessante quando se pensa sobre Skin Buttons como um degrau para melhorar as saídas de notificações de tela, ou mesmo uma projeção da própria tela.

Laput nos disse que este sistema pode ser implementado com um custo muito reduzido (menos de 2 dólares) e também é bastante econômico em termos energéticos, pois consome menos de 20 mW com a iluminação ligada e apenas 1 mW para detectar toques.

Fonte: Info

,