Google comercializará o Glass apenas para o mercado corporativo

thumb-65568-google-glass-resized
O Google planeja lançar a versão 2.0 dos óculos inteligentes Glass até o final de 2015. Mas, a nova edição do produto da companhia levará o nome de Enterprise Edition (“Edição Empresarial”, em inglês) e estará disponível apenas para empresas.

Para a nova versão, a armação dos óculos inteligentes do Google se encaixará com diferentes tipos de óculos. Além disso, a bateria será projetada para durar mais do que a edição anterior – que recebeu críticas dos usuários por ter uma curta duração. Para agilidade do sistema do Glass, o processador utilizado será o Intel Atom.

Por ora, a fabricação das lentes continuará em vidro, pois a companhia tem parceria para produzir o produto com a italiana Luxottica, empresa reconhecida no ramo ótico. De acordo com a reportagem do site de notícias 9to5Google, o prisma do display também ganhará mudanças. Dessa vez, a dimensão será maior para dar mais campo de visão ao usuário.

Depois de anunciar, em janeiro de 2015, que a edição Explorer do Glass não seria mais fabricada, o Google mudou a estratégia dos óculos. Anteriormente, eles eram para o consumidores individuais, mas dessa vez será direcionado para fins profissionais. Em Minas Gerais, a empresa Iveco, por exemplo, utiliza o Google Glass para otimizar o processo de produção da montagem dos caminhões na fábrica.

Em declaração a rede BBC, Tony Fadell, executivo responsável pela divisão de automação domiciliar do Google e pelo Glass, disse que o caminho natural do aparelho é o mercado corporativo, mas que em longo prazo o produto poderia voltar a ser comercializado para o uso doméstico.